Publicado em: 27/05/2014

27/05/2014

Programa Rio Branco para Jornalistas aborda Copa do Mundo no Brasil

Conduzido por especialistas do mercado e da área acadêmica, a 5º edição do Programa Rio Branco para Jornalistas das Faculdades Integradas Rio Branco discutiu a Copa do Mundo da Fifa no Brasil, com temas que vão do Marketing Esportivo à Economia e Política. O curso de extensão "Copa do Mundo: um panorama político, econômico e social" teve início no dia 29 de abril e foi finalizado em 27 de maio.


Ary Rocco, Roberto Mauro dos Santos, Denilde Holzhacker, Paulo Sergio Feuz e Jose Maria Junior

Direcionado aos profissionais que atuam na grande imprensa, o programa teve como objetivo colaborar com o preparo dos profissionais para o mundial, oferecer subsídios intelectuais para a construção de matérias e estimular o olhar crítico sobre os diferentes aspectos que envolvem o megaevento.

O primeiro módulo do curso foi ministrado pelo doutor, jornalista e especialista em Comunicação e Marketing Esportivo, Ary Rocco, que é professor da pós-graduação em Jornalismo Esportivo das Faculdades Rio Branco. A análise abordou o histórico do jornalismo esportivo no mundo e no Brasil, comparando as primeiras coberturas do esporte com reportagens realizadas atualmente pela imprensa, e o aumento do número de matérias voltadas ao entretenimento e comportamento.

Copa e Turismo foram os temas comentados no segundo encontro pelo professor do curso de Administração das Faculdades Rio Branco, Roberto Mauro Santos, administrador pela PUC-SP e mestre em Gestão de Serviços pela Sorbonne - Paris I. O palestrante destacou a importância do desenvolvimento da infraestrutura para que o país possa fomentar o turismo doméstico e internacional, assim como atender às demandas dos turistas que irão participar da Copa do Mundo.

O coordenador do curso de Direito da Rio Branco, Paulo Sergio Feuz, abordou, no terceiro encontro, as implicações da Lei Geral da Copa no Brasil, explicando quais são seus efeitos para a organização e realização da Copa do Mundo no país. O especialista abordou, também, como são organizadas as principais entidades locais, nacionais e internacionais ligadas ao futebol.

O professor do curso de Relações Internacionais, Jose Maria Junior, abordou, no quarto módulo, as questões políticas, sociais e econômicas envolvidas em diversas edições da Copa do Mundo, no módulo "Copa e as Relações Internacionais: a FIFA como ator internacional e o futebol como instrumento de política externa brasileira".

Em "Copa e Política: os possíveis impactos nas eleições presidenciais", a professora do curso de Relações Internacionais, Denilde Holzhacker, abordou como a política externa brasileira implica na percepção internacional sobre a capacidade do Brasil gerir o megaevento. Também apontou possíveis cenários políticos e sociais que podem ocorrer no período da Copa do Mundo e que podem influenciar diretamente as eleições presidenciais.

 

Notícias

Conversa com Profissionais

Publicado em: 1/4/2019

Branding Journey Week Rio Branco

Publicado em: 28/2/2019

Colação de Grau

Publicado em: 23/2/2019
Confira outras notícias