Publicado em: 13/08/2013

13/08/2013

Professor da Universidade de Cambridge fala sobre Sustentabilidade

"Investimento estrangeiro e sustentabilidade" foi o tema da palestra proferida por Jorge Viñuales, professor doutor da Universidade de Cambridge, do Reino Unido, no dia 13 de agosto, nas Faculdades Integradas Rio Branco. A palestra magna contou com a participação de alunos de diferentes períodos do curso de Direito.


Jorge Viñuales

As discussões foram mediadas pelo professor Thiago Lopes Matsushita, da PUC/SP, convidado especial para o encontro, e foram debatidas pelo coordenador do curso de Direito, Paulo Sérgio Feuz, e pelos professores Lauro Ishikawa e Marcelo Gonçalves.

Jorge Viñuales falou sobre Economia Verde, afirmando que ela é uma promessa mundial, e explicou que organizações e estados estão preocupados com a transição de uma economia que causa muitos impactos ambientais para uma economia com baixos impactos. "Um projeto econômico, para ser competitivo, não precisa causar danos ao meio ambiente. Um projeto econômico verde já é um grande diferencial competitivo", afirmou.

O palestrante ressaltou, nesse sentido, que os custos para a transição de uma economia obsoleta a uma economia verde devem ser absorvidos, pois esse processo deve ser feito.

O professor afirmou, também, que é preciso repensar o direito ambiental e colocá-lo em prática e que, até pouco tempo, essa vertente não tinha valor nas faculdades de direito de todo o mundo, mas que a cultura está mudando aos poucos.


Palestra foi direcionada a alunos do curso de Direito

Paulo Sério Feuz enfatizou a questão do Direito Ambiental no âmbito brasileiro, uma vez que que está previsto na constituição do país, e afirmou que o Brasil vem adotando a política, a exemplo de algumas leis na Amazônia. "Em consonância com essa tendência, as Faculdades Rio Branco oferecem, desde a criação do curso de Direito, matérias relacionadas ao tema, pois, além de estar alinhada às tendências, é mantida pela Fundação de Rotarianos de São Paulo, que se preocupa com as questões ambientais". O caráter da constituição brasileira de privilegiar as questões ambientais também foi ressaltado pelo professor Lauro Ishikawa.

Thiago Lopes Matsushita destacou a questão ambiental no âmbito do Direito Internacional, afirmando que ele pode ajudar os países menores. Porém, segundo ele, o Direito Internacional apresenta algumas falhas, como a falta de detalhamento nas suas leis.

 

Notícias

Conversa com Profissionais

Publicado em: 1/4/2019

Branding Journey Week Rio Branco

Publicado em: 28/2/2019

Colação de Grau

Publicado em: 23/2/2019
Confira outras notícias